O Workshop AIAFA Brasil de Gestores de Frotas e de Mobilidade que abriu o ciclo de atividades de 2020 da AIAFA Brasil, em comemoração aos 10 anos de atuação no País, teve como temas centrais os novos desafios do setor, com abordagens vinculadas à conectividade e redução de acidentes.

O evento realizado na manhã do dia 12, no Centro de Treinamento da Volkswagen, em Santo Amaro, reuniu representantes da área de frotas de diversas empresas.

O diretor da AIAFA Brasil, Jordi Solé, abriu o Workshop e contou a trajetória dos 10 anos de atuação no Brasil.

“Nós procuramos, por meio da nossa revista AIAFANews, do site e das atividades presenciais como o Workshop de hoje, proporcionar conteúdo, compartilhar experiências e discutir técnicas de atuação, para que nossos associados possam obter conhecimento, soluções e criar resultados que geram o que as empresas esperam dos frotistas”, disse Solé.

Cases

Leandro Ferraz, Valecard

Leandro Ferraz, gerente da filial SP da Valecard, apresentou o primeiro case: “Gestão de Frotas 360°: Integrações que geram resultados”. Segundo ele, controle é essencial, o uso de tecnologias e como elas interagem entre si criam resultados que geram a produtividade das empresas.

“É muito difícil gerenciar sem ferramentas. Hoje a facilidade do gestor em controlar a frota com um mobile é o diferencial. Como empresa de soluções, sabemos da importância de administrar o uso produtivo da frota e o tempo de atuação nas diversas situações por meio de aplicativos que facilitam isso”, relatou Ferraz.

Luiz Bittencourt, Volkswagen

A palestra seguinte foi a de Luiz Bittencourt, representante de Marketing da Volkswagen, com o tema “Carro conectado: MaaS”. Explicou a precisão de informações através da conectividade, uma inteligência avançada, e como as equipes da montadora estão em busca de resultados cada vez mais avançados para obter veículos que propiciem essa tecnologia aos clientes.

“Não é objetivo da Volkswagen realizar a gestão de frotas, mas nós entendemos que precisamos entregar um carro com o máximo de excelência para quem administra a frota. Sabemos que a conectividade traz para as empresas uma porta bem produtiva. O nosso objetivo é levar informação para que a gestão gere resultados”, afirmou Bittencourt.

Lúcio Junior, LM Frotas

O case seguinte, “Os 7 desafios da gestão de uma grande frota”, foi apresentado pelo gerente comercial da LM Frotas, Lúcio Junior. Na palestra, ele relatou pontos que o frotista precisa observar quando realiza o gerenciamento de grandes frotas, como, por exemplo, a solidez financeira, a transparência das ações de estratégia e a atuação da frota dentro da extensão geográfica que percorre, tendo muitas vezes o desafio que chega até pela diferença de linguagem entre Estados.

São situações que, segundo Junior, devem ser pontuadas para a melhor atuação do gestor. “Nós precisamos, como gestores de frota, controlar as diferenças para que não haja discrepância nos processos e entre os clientes. Nossa ação tem o objetivo que ajuda e agrega.”

Danilo Ramos, Trimble

O último case do dia foi o de Danilo Ramos, gerente de Grandes Contas da Trimble, que abordou “Gestão dos dados para redução de acidentes”. Explicou que hoje, no Brasil, há um automóvel para quatro habitantes, e a cada 57 segundos acontece um acidente de trânsito.

Segundo Ramos, esses números demonstram que, cada vez mais, os gestores precisam se direcionar por meio da telemetria, uma forma de gerenciar a frota visando integrar os dados com as ações de prevenção e controle. “O veículo sozinho não comete acidente, quem comete é o condutor. E o comportamento do condutor é responsabilidade diária do gestor.”

O evento foi encerrado com um almoço de networking.

A cobertura completa do Workshop AIAFA Brasil de Gestores de Frotas e de Mobilidade de São Paulo você acompanha na próxima edição da revista AIAFANews.